Páginas

quinta-feira, 5 de maio de 2016

Já tentou fugir pela basculante?

Basculante, fugas para as minhas brincadeiras


Basculante é um conto de quando eu era menorzinho sempre ouvia as amigas de minha mãe falando que eu era um menino traquinas e mencionava as minhas travessuras, inquietações e minha mãe na minha defesa respondia que era sinal de saúde, sendo assim, pensava comigo que deveria ter uma saúde privilegiada, pois em matéria de inquietações e travessuras acredito que eu era o campeão, até teve as minhas famosas fugas pela basculante (uma travessura).
Basculante-minha-Travessura
Foi numa dessas travessuras que meu pai chegando do trabalho mais cedo (meu azar) me pegou todo sujo jogando bola sozinho dentro do quarto fazendo uma tremenda zoeira, não precisa dizer que recebi uma bronca e o castigo seria inevitável, mas torcia para que eu ficasse no quarto que tem uma basculante, porque? Vai vendo...
Basculante-castigo
E a minha torcida deu certo, fui colocado de castigo no quarto de empregada sem poder sair para rua brincar, mas nesse castigo tinha uma janela (basculante) que dava para o corredor do prédio e que eu poderia fugir do castigo pela tal basculante, então fiquei pensando como seria essa minha fuga.
Basculante-no-castigo
Fiquei arquitetando meu audacioso plano de fuga, pensei nas inúmeras possibilidades, além de muita coragem para mais uma travessura, afinal teria que sair e voltar sem que meus pais percebessem que eu teria fugido pela basculante e saído do castigo.

Sempre que ficava de castigo era só fugir pela basculante brincar na rua e depois voltar como se nada tivesse acontecido, até que num dia qualquer e de azar meu, quando fui fazer mais uma fuga do castigo, aconteceu o inesperado, ao tentar fugir pela basculante acabei entalado nele, sem conseguir sair nem pra dentro de casa e tampouco para o corredor do meu prédio, fui ficando cada vez mais nervoso com aquela minha situação, até que chorando muito gritei pela minha mãe em socorro.
Basculante-bombeiro-mamãe
Minha mãe desesperada começou a gritar também por ajuda, o prédio todo apareceu num tremendo alvoroço, até chamarem os bombeiros que depois de muita paciência deles e choro de minha mãe, conseguiram me tirar daquela situação crítica de entalado numa basculante.

Claro que esse fato me serviu de lição, pois além de me ver numa situação de vexame, guardo até hoje na minha memória o rosto cheio de lágrimas da minha mãe e a partir desse ocorrido nunca mais tentei fugir pela basculante, pois fiquei mais quieto e mesmo se por algum motivo fosse parar no castigo não fugiria mais pela basculante e sim leria um bom livro até o castigo terminar.

Lição: Aceite o castigo como uma lição, pois mesmo parecendo que nossos pais estejam errados ao nos castigar, eles sempre estarão certos e só querem o nosso bem.

Importante: Foi assim nesse jeito meio torto (errado) que eu peguei o gosto pela leitura e nunca mais quis tentar ou fugir pela basculante.

Beijos
Contos do Guri.


9 comentários:

  1. Que guri mais arteiro hein!
    Respondendo a sua pergunta, se já tentei fugir pelo basculhante,não! Mas sempre entrei por ele,como sempre fui a mais levada dos irmãos,eu nunca esperava para voltar do passeio,vinha para casa sem as chaves,e entrava pelo basculhante.
    Mas voltando a seu texto,quero te dizer que amei,e feliz que vc saiu da situação embaraçosa.
    Tbm quero parabenizar seus pais,que souberão te ensinar muito bem,dando lhe castigos e merecidos,castigo este que te levou a ter gosto pela leitura.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Gente num acredito!
    Você aprontou uma "boa" heim?
    Fica uma lição, mas fica uma ótima história pra contar e ainda dar risada!
    Adorei
    ^^

    ResponderExcluir
  3. Concordo com você! Amei a moral da história!

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkkkk tinha de ser tu né?
    Não eu nunca tentei fugir pela basculante, sempre fui mais calminha ...
    Gosto muito de ler teus contos Rafa!

    Bjos Minda ❤ 😍 👍

    ResponderExcluir
  5. Nossa fiquei imaginando a cena, que bom que esse mal feito te ensinou, a obedecer e que os pais nunca desejam o mal.

    ResponderExcluir
  6. Não, nunca tentei fugir pela basculante rs, aliás nunca tentei fugir de nenhuma forma de casa, não que me lembre haha

    ResponderExcluir
  7. Nossa caraca bem complicado né beijos

    ResponderExcluir
  8. Nossa rafa vc aprontava mesmo. Fugir pela basculante kkkkk
    Ainda bem que parou ne.
    Graças Deus não foi nada grave bjs

    ResponderExcluir
  9. Rsrs que legal, me lembrou gibis que eu lia, aqueles mais de conscientização. Parabéns !

    ResponderExcluir